PI: Escolas Estaduais prontas para o início das aulas nesta segunda

250 mil alunos retornarão às 665 escolas da rede estadual.

Nesta segunda-feira (15), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) inicia as aulas do ano letivo de 2016 e os mais de 250 mil alunos retornarão às 665 escolas da rede estadual para o primeiro semestre letivo.

Durante o recesso escolar, a Seduc realizou a manutenção preventiva nas escolas estaduais, seguindo o cronograma de divisão por Gerências Regionais (GRE). Foi realizada a capina e poda de árvores. A limpeza das escolas foi feita por equipes terceirizadas e funcionários, tornando as unidades mais iluminadas e limpas.

Vale lembrar que o trabalho com diretores, coordenadores, professores e demais servidores começou no início da semana passada com reuniões pedagógicas e o planejamento de atividades para todo o ano. O Instituto de Educação Antonino Freire - Centro de Formação de Profissionais da Educação Básica do Estado do Piauí – realizou a Semana Pedagógica com o corpo docente da instituição que atua nos cursos técnicos profissionalizantes.

Outra novidade para o início do ano letivo é a volta as atividades do Colégio Estadual Zacarias de Góes, o Liceu Piauiense, que completou 170 anos em outubro, passou por diversas intervenções e ampliações. A nova infra-estrutura para os alunos inclui salas refrigeradas, laboratórios completos e lousa eletrônica conectada à internet, possibilitando aulas com mais opções didáticas e interatividade. As turmas da mediação tecnologia também já estão preparadas para o início no mesmo período.

“Ano passado tivemos muitas dificuldades para iniciarmos o ano letivo devido a situação que encontramos a Educação Estadual. Mas, agora, nos preparamos para bem receber nossos alunos, com os professores todos lotados, as escolas melhor estruturadas e o planejamento pedagógico concluído. Estamos confiantes que teremos resultados bem melhores que em 2015”, destacou a secretária estadual Rejane Dias.

Acordo

Apesar do indicativo de greve dos professores marcado para o dia 15, a Seduc aguarda a possibilidade de acordo entre governo e a categoria, de forma a não prejudicar o aluno da rede estadual.

Fonte: Ascom