PI tem as melhores estradas do Nordeste, diz CNT

PI tem as melhores estradas do Nordeste, diz CNT

Pela primeira vez, nenhuma estrada ou trecho que corte o Estado aparece na lista das dez piores do país

Pela primeira vez, nenhuma estrada piauiense ou trecho que corte o Estado aparece na lista das dez piores do país. A avaliação foi feita pela Confederação Nacional de Transportes (CNT), que colocou o Piauí como líder em relação à qualidade das estradas no Nordeste. De cada cinco estradas do Estado, quatro são consideradas boas ou ótimas.

De acordo com a pesquisa sobre as condições das rodovias do país em 2010, divulgada na última quarta-feira (15), cerca de 41% das rodovias piauienses são consideradas boas ou ótimas para o tráfego. O governador Wilson Martins (PSB), comentou os números.

?Cinco importantes trechos de rodovias federais serão construídos no Norte e Sul do Estado. Só nos últimos anos construímos mais de cinco mil quilômetros de rodovias. Isso gera desenvolvimento?, disse Martins.

Os números da CNT sobre as estradas do Piauí apontam que 11,5% são classificadas como ótimas; 29,4% são boas; 37,7% estão em condições regulares; 10,3% em situação ruim e somente 11,1% em péssimas condições. Os números negativos representam apenas 320 km de toda a malha rodoviária que corta o Estado.

De acordo com os dados, os índices piauienses chegam superar em alguns tópicos a média nacional. De acordo como levantamento, 14,7% das rodovias avaliadas no Brasil são ótimas, 26,5% como boas, 33,4% são regulares, 17,4% estão ruins e 8%, péssimas. Em relação à 2009, a melhoria na extensão do pavimento classificado como ótimo ou bom de 8,3 pontos percentuais. Com relação à sinalização, também houve melhoria na extensão dos trechos classificados como ótimos ou bons de 5,7 pontos percentuais.

Quanto a condições de superfície das estradas, a maioria delas no Piauí está em total perfeição: 1.586 km, ou 55,2% do total analisado. Já as rodovias com as superfícies totalmente destruída foram encontradas em apenas 119 km, ou seja, 4,1%.

A Pesquisa CNT de Rodovias avalia a situação das rodovias a partir da perspectiva dos usuários, tanto sobre o aspecto da segurança como do desempenho. A metodologia baseia-se em normas técnicas de engenharia viária e permite a identificação de elementos necessários ao planejamento do transporte e também à gerência das rodovias. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte