Piauí é o 8º estado do país com maior índice de hanseníase, segundo Ministério da Saúde

Piauí é o 8º estado do país com maior índice de hanseníase, segundo Ministério da Saúde

As menores taxas ficaram com o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo

Um balanço divulgado nesta terça-feira, 14, pelo Ministério da Saúde indicou que o estado do Piauí é o 8º estado do país com maior incidência de Hanseníase. Mato Grosso (7,69), Tocantins (5,54) e Maranhão (5,22) registraram as maiores incidências da doença, com coeficiente de prevalência acima de três casos para cada 10 mil habitantes.

O estado do Rio Grande do Sul (0,12), Santa Catarina (0,29) e São Paulo (0,34) apresentam as menores taxas de prevalência da doença.

O Brasil identificou 33.303 novos casos da doença em 2012. Os números referentes ao ano passado ainda não foram fechados, mas a estimativa do governo é que eles fiquem entre 30 mil e 33 mil novos casos. Ainda assim, a taxa de prevalência da doença caiu 65% nos últimos dez anos.

De acordo com o balanço, em 2012, o coeficiente de detecção da Hanseníase no Brasil foi 17,17 para cada 100 mil habitantes na população em geral. Entre menores de 15 anos, o índice foi 4,81/100 para cada 100 mil habitantes.

Foram pesquisadas 164 unidades de saúde de todo o país, representando 27% da população brasileira (52,8 milhões de pessoas).

O Ministério da Saúde aponta como principais obstáculos na erradicacão da hanseníase o preconceito, a dificuldade de acesso a postos de saúde de pessoas que vivem em comunidades mais carentes e a falta de preparo de profissionais de saúde para lidar com a doença.

Fonte: Denison Duarte