Piauí inicia os testes para detectar o parvovírus e chikungunya

Os resultados podem ser divulgados em até cinco dias

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTE SÁBADO (23) DO JORNAL MEIO NORTE

O Laboratório Central do Piauí (Lacen) está autorizado a realizar os testes para detectar o parvovírus, doença que causa febre e dor nas articulações e, até o fim do semestre, para o vírus da febre chikungunya. Agora, com os kits para proceder os exames, os resultados podem ser divulgados em cinco dias.

O Lacen era responsável por coletar o sangue do paciente e enviar ao Instituto Evandro Chagas (IEC), no estado do Pará, único responsável pela realização dos testes. O resultado demorava de 60 a 90 dias.

A solicitação foi feita junto ao Ministério da Saúde que abriu licitação para compra dos kits para testes do parvovírus, que chegaram na última quinta-feira (21). Já os testes para chikungunya, o Ministério também abriu licitação para compra dos kits.

Segundo a coordenadora de Patologia do Lacen, o período de espera do resultado diminuí e beneficia Piauí e Pará. “Enviávamos as amostras de sangue para a IEC que realiza os testes, e isso demorava. Agora, com os kits vamos diminuir a demanda de exames saindo de Teresina para o Pará, como também de entrega do resultado, pois vamos realizar aqui no Piauí”, explica.


Repórter: Daniely Viana

Fonte: Daniely Viana