Piauí receberá mais de 700 mil doses da vacina contra Influenza

O dia D da campanha será realizado em todo o país no dia 30/abril.

A partir do dia 1º de abril, o Ministério da Saúde iniciará o envio das doses contra a Influenza para todos os estados. O dia D da campanha será realizado em todo o país no dia 30 de abril e segue até 20 de maio. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) irá receber 732.193 doses que serão distribuídas para todos os municípios piauienses.

A vacina oferece proteção contra três tipos do vírus causador da gripe, o influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B. A meta é alcançar 80% de cobertura nos grupos prioritários.

Fazem parte dos grupos prioritários: crianças de seis meses a menores de 5 anos, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), pessoas com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, bem como doentes crônicos com recomendação médica, pessoas com problemas respiratórios, cardíacos, com baixa imunidade, dentre outros.

Até o momento, o Piauí não registrou nenhum caso da Influenza H1N1. Entretanto, diante do surgimento recente de diversos casos da doença no país, a Secretaria de Estado da Saúde vai orientar as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e unidades hospitalares sobre os cuidados e disponibilização de medicamentos.

Inclusive, o Ministério da Saúde já informou que a rede pública tem estoque suficiente em todo o Brasil do medicamento Oseltamivir (Tamiflu) para o tratamento da gripe.

Dados Consolidados 2015

De janeiro a dezembro de 2015 - foram notificados 19 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave(SRAG)

Detectados: Influenza A/H3 sazonal (03 casos)  - esse tipo de doença é endêmico na nossa região, considerando o período chuvoso - e  influenza B (01 caso)

Sem ocorrência de óbito para influenza e outros vírus respiratórios

Consolidado 2016

Em relação aos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, em 2016, foram notificados 13 casos, de janeiro até 29 de março. Oito deles são de Teresina e cinco procedentes de outros municípios. Destes, dois aguardam resultados laboratoriais, cinco foram negativos e uma criança de dois anos teve resultado para isolamento de arbovírus, sem nenhuma associação com H1N1

Fonte: Com informações do Portal do Governo