Piauienses receberão bolsa de até R$ 1,5 mil para estudar no Estado

Pautando na permanência dos estudantes de baixa renda na sala

Com o intuito de reduzir as taxas de abandono escolar, o projeto ‘Poupança Jovem’, encaminhado pelo Poder Executivo no semestre passado, foi aprovado na manhã de ontem em primeira e segunda votação pelos parlamentares da Assembleia, corroborando a importância da matéria na manutenção dos estudantes nas unidades de ensino; agora, a pauta segue para a sanção do governador Wellington Dias (PT) e eventual publicação, de modo que sua efetivação possa ser concluída.

A implantação do programa será na forma de projeto-piloto ainda este ano em quatro municípios do Estado, o critério definido para a participação respeitou o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), ou seja, aqueles que possuem os números menores foram abarcados.

Contudo, a expectativa é que a iniciativa seja ampliada com o tempo. “Sem sombra de dúvidas o projeto da poupança é uma tentativa para reduzir a queda no número de alunos no Piauí, pois até me assustou os dados do

Estado, é o terceiro do Brasil em evasão escolar, queremos mudar essa realidade e uma das formas é exatamente o Poupança Jovem, é um projeto do Banco Mundial, que nós exatamente estamos aguardando a liberação desse recurso”, disse a secretária Rejane Dias (PT) em recente divulgação da ação.

A meta é que com o desenvolvimento da ação até 55 municípios sejam beneficiados, com recursos investidos de aproximadamente R$ 35 milhões.

VALORES – Com a ação, os alunos abarcados pelas imposições dispostas pelo programa poderão receber até R$ 1,5 mil ao concluírem os três anos do Ensino Médio, pautando na permanência dos estudantes de baixa renda na sala de aula, de modo que eles não sejam obrigados a abandonar a escola para procurar uma fonte de renda, nisso, a disponibilidade dos valores seguem critérios específicos, como frequência e aprovação, orquestrando para a total seriedade da iniciativa.

Fonte: Francy Teixeira