PMT colocará placas para informar presença de jacarés

Já foram encontrados jacarés, iguanas, preás e demais animais silvestres.

Com a retirada das casas à beira das Lagoas, os jacarés passaram a ser vistos com mais facilidade na região das Lagoas do Norte, mas isso não significa que a população aumentou. A Prefeitura de Teresina já colocou placas informativas sobre a proibição de banhos nas lagoas e canais, não apenas em razão da existência dos animais, mas também pela contaminação por coliformes fecais. O coordenador do Lagoas do Norte, Vicente Moreira, garantiu que a Secretaria Municipal de Planejamento (SEMPLAN) irá providenciar placas que alertem para a presença de jacarés na área.



?É importante ressaltar que a população deve estar ciente de que a mesma campanha de proteção adotada em relação aos cágados de barbicha, também comuns na área, deve ser adotada em relação aos jacarés, pois todos representam nossa fauna e ajudam a manter o equilíbrio de nossos ecossistemas. Os jacarés não devem ser exterminados, embora pareçam mais assustadores?, explica Vicente.

A empresa Tecnosolo, responsável pela execução das obras do Lagoas do Norte, possui uma equipe que faz o monitoramento e captura de fauna. À medida que as obras avançam, são encontrados jacarés, iguanas, preás e demais animais silvestres, que são capturados, levados para observação e, em seguida, reinseridos na natureza em outras regiões mais propícias.

A coordenação do programa Lagoas do Norte tem relatórios mensais das capturas dos animais. A captura também é feita pela Polícia Ambiental, com sede no Parque da Cidade.

Fonte: Pollyanna Carvalho