PMT e Banco Mundial assinam contrato para o Lagoas do Norte

Os recursos de US$ 88 milhões

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, assinou na tarde desta quarta-feira (27) o contrato de financiamento para a segunda etapa do Programa Lagoas do Norte junto ao Banco Mundial.  O recurso de US$ 88 milhões (mais de R$ 300 milhões no câmbio atual) irá beneficiar cerca de 100 mil pessoas de 13 bairros da capital piauiense. A assinatura do contrato ocorreu na sede do Banco Mundial em Brasília.

De acordo com Firmino Filho, a assinatura do contrato é um passo importante para os teresinenses. “Esse contrato financiará as obras da segunda etapa do Lagoas do Norte. O programa já demonstrou, na primeira fase, sua capacidade de transformar aquela região tão bonita e importante da nossa capital. Nessa segunda fase, nós teremos uma intensificação das obras, indo da Jim Borralho (bairro São Joaquim) ao Encontro dos Rios. Queremos transformar aquela região em cartão postal para nossa cidade, orgulho da nossa capital”, destaca o gestor.

Firmino Filho lembrou que as obras são das mais diversas áreas: drenagem, saneamento básico, sistema viário e meio ambiente. A segunda etapa do Programa Lagoas do Norte compreende a ampliação de infraestrutura contra inundações e o acesso a água e saneamento básico. Serão criadas ainda mais áreas verdes e de lazer na região. Também estão inclusos a revitalização do Parque Encontro dos Rios e o desenvolvimento de um plano municipal de prevenção da violência, com atenção especial à violência de gênero. A principal ação a ser realizada é o reforço dos mecanismos de controle de enchentes.

O secretário municipal de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim, lembra que a segunda fase é o maior investimento já feito em Teresina, beneficiando uma área três vezes maior do que na primeira fase. “Suas obras e ações vão proporcionar ainda mais benefícios diretos à população, com efeitos positivos sobre a qualidade de vida, a autoestima e o desenvolvimento econômico e social sentidos por toda a cidade”, afirma.

Levando em consideração os últimos dois anos, Teresina é o primeiro município a assinar uma operação de crédito internacional. O processo do financiamento começou ainda em fevereiro, quando foi aprovado pelo Banco Mundial, e, em seguida, tramitou nos ministérios do Planejamento e da Fazenda e no Palácio do Planalto. Há 15 dias, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado e o plenário daquela Casa aprovaram o pedido. Na terça-feira (26), o Governo Federal publicou no Diário Oficial da União a autorização para concessão de garantia da União para Teresina.

“Como se trata de um financiamento internacional, foi preciso todo esse trâmite. Agora, assinamos o contrato e daremos início aos procedimentos para execução da segunda etapa”, explica o coordenador do Programa Lagoas do Norte, Erick Amorim. 

Fonte: Portal Meio Norte