Polícia Militar divulga balanço da Operação Férias no litoral

Os policiais abordaram 320 veículos

Nesta sexta-feira (30), a Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (CIPTran) divulgou o balanço da Operação Férias 2016, realizada no litoral do Estado. A ação, que teve início no dia 21 de julho, encerrará suas atividades no próximo sábado (30), buscou garantir a segurança de quem trafegava pelo litoral piauiense.

Os policiais abordaram 320 veículos, entre carros e motocicletas. Desta amostragem, resultaram 73 testes de alcoolemia, 17 autuações por infração de trânsito, quatro apreensões de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), duas apreensões de Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) e 04 remoções de veículo. De acordo com o tenente Lucenildo Oliveira da CIPTran dos testes de alcoolemia realizados no litoral, 68 deram negativo e cinco motoristas foram flagrados dirigindo embriagados.

Lucenildo avalia como positivo o resultado da fiscalização, que também tinha como intuito orientar os condutores em relação às vias de melhor trafegabilidade para ter acesso às praias, garantindo fluidez no trânsito, ordem e segurança aos foliões.

“Essas ações tem como objetivo dar segurança a todos que procuram nosso litoral piauiense, no período de férias, tanto segurança nas vias urbanas e orla marítima, evitando que veículos circulem pela praia, para que não coloque em risco a vida dos banhistas e a realização dos teste de alcoolemia,  principal evitar acidentes, não permitindo que os condutores de veículos usem bebida alcoólica", pontua.

Para o diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), Arão Lobão, o aumento das blitzen de fiscalização e educação de trânsito, realizada pela Escola Piauiense de Trânsito, durante as férias, contribuíram para a redução da violência no trânsito e do número de infrações ao Código Brasileiro de Trânsito.

"O mês de julho apresenta uma movimentação atípica, já que muitas famílias entram de férias e também há férias escolares. Isso faz com que ocorra um deslocamento maior de veículos para o litoral e, por conta disso, reforçamos as ações de educação e de fiscalização garantindo um trânsito mais seguro, com menos acidentes", destaca Lobão.

Fonte: Portal Meio Norte