Polícia prende travesti suspeito de aliciar menores

O travesti de 42 anos que foi preso é apontado como o principal suspeito de gerenciar o local.

Um travesti foi preso na manhã desta segunda-feira (1º), durante operação da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) em uma casa de prostituição na Vila Bandeirantes, em Goiânia. De acordo com a polícia, no local rapazes menores de idade eram aliciados.

As investigações da operação, chamada de ?Casa de Bonecas?, começaram em 2009 e mostram que os jovens aliciados dificilmente conseguiam sair da prostituição. Rapazes do interior de Goiás e São Paulo eram as principais vítimas, segundo a Polícia Civil.

O travesti de 42 anos que foi preso é apontado como o principal suspeito de gerenciar o local. Conhecida na região como Linda Welsh, o homem já tinha passagens pela polícia por roubo, uso de documentos falsos e tráfico internacional de pessoas.

"Ela [travesti] convidava alguns adolescentes para morarem na casa dela e, em seguida, alterava o corpo desses jovens, fazia com que eles fizessem algumas cirurgias plásticas. Ela mesmo pagava. E esses jovens eles passavam a ter dívidas com ela. Dívidas que não conseguiam mais pagar", explica a delegada Renata Vieira de Freitas.

No prostíbulo, foram apreendidos computadores, celulares, máquinas fotográficas, próteses de silicone e cerca de R$ 3,5 mil. Outros sete travestis foram até a DPCA para prestar depoimento.

Fonte: G1