Polícia Rodoviária Federal   intensifica fiscalização na saída de Teresina ao litoral

Polícia Rodoviária Federal intensifica fiscalização na saída de Teresina ao litoral

O efetivo de policiais será reforçado na saída da capital, principalmente na BR-343, que dá acesso ao litoral piauiense

Os teresinenses já começaram a pegar a estrada no final da tarde de ontem e devem movimentar as rodovias que cortam o Estado durante todo o dia de hoje. Para coibir irregularidades nas estradas e prevenir acidentes, a Polícia Rodoviária Federal deu início nas primeiras horas de quinta-feira (15) à Operação do Aniversário de Teresina.

Apesar de ser um feriado que só atinge a capital piauiense, a PRF espera que a movimentação de veículos nas estradas federais que cortam o Estado aumente consideravelmente neste final de semana. Por causa disso, o efetivo de policiais será reforçado na saída da capital, principalmente na BR-343, que dá acesso ao litoral piauiense, onde é esperada a maior movimentação de pessoas. Nas outras regiões do Estado, a atuação policial continuará a mesma dos dias normais.

?Já é tradição os teresinenses aproveitarem os feriados para se dirigirem ao litoral e nesse não será diferente, por isso nosso reforço será na BR-343. Apesar de no ano passado o fluxo de veículos nessa mesma data não ter sido significativo, por ter caído no meio da semana, neste ano certamente teremos um tráfego maior nas estradas?, disse o chefe do Núcleo de Comunicação da PRF, inspetor Raimundo Rameiro.

O principal foco da operação continua sendo coibir o tráfego de veículos com condutores alcoolizados. ?Apesar da legislação rigorosa, ainda percebemos muitos motoristas que insistem em tentar burlar a lei e dirigir sob efeito de álcool. Nas primeiras horas da operação, nós já conseguimos flagrar um motociclista dirigindo bêbado. Isso não pode continuar acontecendo, pois os registros mostram que grande parte dos acidentes mais graves envolve condutores alcoolizados?, afirmou.

Além disso, a PRF deverá focar ainda nos condutores que dirigem em alta velocidade e que realizam ultrapassagem em locais proibidos. ?Esses também são dois fatores que são responsáveis por boa parte dos acidentes graves e, principalmente com mortes?, encerrou.

Fonte: Pollyana Carvalho