Adolescente recebe vídeo e descobre que foi estuprada em festa

Oito pessoas que compartilharam as imagens foram ouvidas

A Polícia Civil de Joinville, no Norte de Santa Catarina, investiga o suposto estupro de uma adolescente de 15 anos por dois jovens de 21 durante uma festa. O ato foi gravado pelo celular e, até segunda-feira (31), oito pessoas que compartilharam as imagens foram ouvidas. "Houve um certo estarrecimento das pessoas, como se não tivessem noção da gravidade da conduta praticada [compartilhar o vídeo] ", disse a delegada Tânia Harada, da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso.O caso ocorreu no dia 8 de agosto em uma localidade conhecida como Ruazinha, em Joinville. Nesta rua sem saída, é comum ocorrerem festas com carros de som e bebidas, informou a polícia.

"Houve um certo estarrecimento das pessoas, como se não tivessem noção da gravidade da conduta praticada [compartilhar o vídeo] ", disse a delegada Tânia Harada, da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso.

O caso ocorreu no dia 8 de agosto em uma localidade conhecida como Ruazinha, em Joinville. Nesta rua sem saída, é comum ocorrerem festas com carros de som e bebidas, informou a polícia.

O boletim de ocorrências foi registrado quatro dias após a festa, quando a garota recebeu o vídeo por celular.

"Eu tava dando uma volta com a minha amiga. Depois nós estávamos conversando com os dois [suspeitos] e eles ofereceram bebida. Eu bebi. Depois eu não lembro de nada", disse a vítima à RBS TV.

A garota passou por exames dias depois da festa, mas não foi possível constatar se houve ou não estupro. "É um choque para uma mãe ver o que eles fizeram com a minha filha. Essas pessoas não podem continuar impunes, eles têm que ser punidos", disse a mãe da garota.

A Polícia Civil investiga o possível estupro, o fornecimento de bebida e compartilhamento de imagens pornográficas de menor de idade.

Fonte: G1