Agentes da Sefaz preso por extorsão são liberados e polícia divulga nomes dos envolvidos

l. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (27) pelo delegado Madson Oliveira. O nome dos envolvidos também foi divulgado.

Os técnicos da Sefaz presos em flagrante no último domingo (24) suspeitos de estarem praticando o crime de extorsão foram liberados após pagamento de fiança estimada em mais de R$ 18 mil. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (27) pelo delegado Madson Oliveira. O nome dos envolvidos também foi divulgado.

Os fiscais da Fazenda envolvidos no flagrante são Fernando César Sousa Alvarenga, Roberto Willian Negreiro de Sousa e Maximino Silvino de Sousa. O primeiro pagou uma fiança de 28 salários mínimos e os dois últimos tiveram estabelecida a fiança no valor de 25 salários mínimos.

Já o policial Reginaldo Alves da Silva, que acompanhava o grupo e também foi preso em flagrante teve arbitrada fiança de 15 salários mínimos. Como o valor ainda não foi pago, Madson Oliveira afirmou que ele continua detido sob custódia do 4º BPM de Picos. Uma sindicância será aberta para investigar o caso e se o crime for comprovado ele deverá deixar a instituição, segundo informou o corregedor da Polícia Militar Ricardo Lima em entrevista a um veículo da capital.

O crime de extorsão teria acontecido quando os fiscais acompanhados pelo policial militar realizavam uma operação volante na estrada que liga o município de Sussuapara a Picos. As vítimas relataram que os agentes da Sefaz exigiam pagamento de R$ 2 mil para não expedirem multas fazendárias.

O caso foi descoberto quando caminhoneiros procuraram o posto da 4ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para denunciar a extorsão. Alertados, os agentes da PRF realizaram diligências e conseguiram localizar os suspeitos. Com os quatro homens foram apreendidos cheques, dinheiro em espécie e ainda um revólver com cinco munições.

Fonte: grandepicos