Amigos confundidos com casal gay são espancados por grupo

Amigos são brutalmente espancados após serem confundidos com casal gay

Dois adolescentes de 15 anos foram brutalmente espancados após se abraçarem para tirar uma foto na praia do Recreio, na zona oeste do Rio. Os amigos foram confundidos com um casal gay e, por isso, foram agredidos por um grupo formado por 15 homens.

Um dos adolescentes ainda está com o olho roxo. Após ser agredido, ele desmaiou. O espancamento durou cerca de dez minutos. O jovem foi levado inconsciente para o hospital. Ele disse que tudo começou com uma provocação dos agressores.

— Eu estava com um amigo, aí puxaram a touca dele. Aí, eu fui falar com eles. Um deles tentou me dar um soco e eu abaixei. Na hora que eu abaixei alguém me deu um chute pelas costas, eu caí. Aí começaram a pisar, chutar.

Traumatizado, o jovem não quer mais sair de casa, e evita até ir à escola. Ele afirma que teme novas agressões.

— Eu acho que as pessoas têm a mente muito quadrada, porque eles não sabem o que é amizade, provavelmente eles não têm amigos.

Mucca Velasco é mãe da outra vítima. Ela disse que o caso de homofobia deixou a família assustada.

— A intolerância foi claramente homofóbica e isso atinge a todos. Eu posso estar de mãos dadas com a minha filha, me confundirem e quererem me espancar. Como uma pessoa que defende a liberdade e o respeito, isso me abalou profundamente.

 Revoltada, a mãe do jovem relatou o episódio nas redes sociais. No texto, ela diz que a homofobia chegou a um nível tão extremo que dois amigos não podem se abraçar, independente da sexualidade, que já são considerados gays e, por isso, dignos de uma surra. Várias pessoas lamentaram o ocorrido e pediram punição dos culpados.

Fonte: R7