Anão idoso mata amigo a machadada e alega legítima defesa em São Paulo

O suspeito alegou legítima defesa e vai responder o processo em liberdade

Um anão de 63 anos matou um amigo no domingo (20) a machadada depois de uma discussão, na zona rural de Paraibuna, no interior de São Paulo. O suspeito alegou legítima defesa e responderá o processo em liberdade.


An縊 idoso mata amigo a machadada e alega leg咜ima defesa em S縊 Paulo

Segundo a polícia, o homem de 53 anos havia se mudado de Governador Valadares, no interior de Minas Gerais, há poucos meses para procurar emprego em Paraibuna. Foi nesta época que ele conheceu Francisco Rosa Félix, conhecido na cidade como Davizinho.

Depois de conseguir emprego, a vítima passou a morar em uma chácara vizinha ao sítio onde Félix trabalhava como caseiro e roceiro. Os dois eram amigos e sempre saíam para beber juntos.

Foi em um desses encontros para beber que os dois se desentenderam. Félix disse à polícia que os dois discutiram e seu amigo o ameaçou de morte. No dia seguinte, as ameaças continuaram e o anão deu uma machadada na cabeça do amigo. Depois do crime, ele procurou ajuda de uma vizinha e aguardou a chegada da polícia para se entregar.

Félix contou que a vítima estava em pé quando recebeu o golpe na cabeça e alegou legítima defesa. A versão intrigou a polícia, pois o anão mede 1,28 e a vítima tinha estatura mediana, ou seja, aproximadamente 1,70. A polícia acredita que o crime aconteceu enquanto a vítima dormia.

Apesar da versão intrigante, a polícia decidiu soltar o caseiro na tarde de quarta-feira (23). Se constatado que foi legítima defesa, o suspeito responderá por homicídio simples.

Fonte: r7