Após condenação de Lindemberg Alves a 98 anos, mãe de Eloá diz que a justiça foi feita

Após condenação de Lindemberg Alves a 98 anos, mãe de Eloá diz que a justiça foi feita

Ana Pimentel chorou e abraçou os dois irmãos de Eloá, Ronickson e Everton Douglas.

?Justiça foi feita. Graças a Deus?, afirmou Ana Cristina Pimentel, mãe de Eloá Pimentel ao final da leitura da sentença que tornou pública a condenação de Lindemberg Alves a 98 anos e 10 meses de prisão no início da noite desta quinta-feira (16).O sentimento de justiça também foi externado pela mãe de Nayara, Andreia Rodrigues.

Durante a leitura da sentença feita pela juíza Milena Dias, Ana Pimentel chorou e abraçou os dois irmãos de Eloá, Ronickson e Everton Douglas.

Ao deixar o Fórum de Santo André por volta das 20h10, Ana Pimentel foi recebida por aplausos e por gritos de Eloá das pessoas que acompanharam o julgamento do lado de fora. Em breve coletiva de imprensa, ela afirmou que apesar da condenação," nada vai suprir a dor" que sente pela perda da filha Eloá.

"Passei mal, mas queria agradecer a todos os advogados, à promotora, quero agradecer ao advogado Ademar Gomes, ao doutor Beraldo, a Nayara, à imprensa. Quero agradecer a todos de coração e a Deus."

Mãe de Nayara

A mãe de Nayara, Andreia Rodrigues, também fez um pronunciamento aos jornalistas e falou que foi feita justiça. Disse também: "Não sou eu quem tem de perdoar, é Deus."

Segundo Andreia, Nayara ainda não tinha tomado conhecimento da sentença às 20h20 desta quinta-feira (16), logo após ela ser proferida pela juíza Milena Dias. Ela afirmou também que a filha perdeu parte da adolescência por causa do crime. Assim como Ana Cristina, ela também agradeceu ao apoio de todos os presentes.

Nayara foi uma vítimas da ação e estava no apartamento de Eloá com dois outros jovens, Victor e Iago. Ela chegou a ser libertada, mas voltou ao cativeiro e foi atingida por um tiro no rosto.

Fonte: Terra