Bancária é executada a tiros após derrubar assassino de motocicleta

Moto fez manobras, freou bruscamente e foi atingida por carro da vítima. Garupa desceu e baleou a motorista de 33 anos na cabeça

Uma mulher foi morta por criminosos na madrugada desta quinta-feira (17), no Grajaú, na Zona Sul de São Paulo. A bancária Priscila Machado Simão, de 33 anos, estava de carro com uma amiga, e derrubou a moto onde os criminosos estavam após eles fazerem uma série de manobras à frente do veículo e frearem bruscamente. Ela foi baleada na cabeça quando estava perto de chegar ao condomínio onde morava.


Bancária é executada a tiros após derrubar assassino de moto

As amigas voltavam de uma festa. De acordo a amiga, Aline Espada Berto, de 31 anos, uma moto com dois ocupantes começou a fazer zigue-zague em frente ao carro. O motoqueiro freou e Priscila não conseguiu impedir que o automóvel atingisse a moto, por volta das 2h. A pessoa que estava na garupa e usava capacete desceu e disparou contra Priscila.

Gravemente ferida, ela foi levada para o Hospital Geral do Grajaú, mas não resistiu. A amiga conseguiu deixar o local a pé. Ela prestou depoimento e foi liberada.

Os dois suspeitos fugiram. Um deles roubou uma outra moto para deixar o local. O proprietário desta segunda moto ia para o trabalho quando foi abordado pelo criminoso. Como ela tinha uma trava de segurança, ela parou de acelerar 15 minutos depois.

O caso será investigado pelo 101º Distrito Policial, no Jardim das Embuias, também na Zona Sul.

Fonte: G1