Casa do senador e ex-jogador Romário é roubada em Brasília

Um homem e seis adolescentes foram detidos com pertences do senador

Um adulto e seis menores foram detidos em flagrante neste sábado após invadirem a casa do ex-jogador de futebol e senador Romário (PSB-RJ) em Brasília. Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal, o grupo foi preso após deixar a residência cinco mochilas de pertences do senador, como um notebook, casacos, bermudas, bonés e camisas de futebol, entre outras coisas. Um deles vestia uma camisa do Barcelona, clube em que o Baixinho também jogou.

A casa, que fica em uma das regiões mais nobres de Brasília, o Lago Sul, estava vazia na hora do furto, que ocorreu por volta das 16h30. De acordo com a polícia, o grupo tomava banho no lago quando decidiu invadir a casa. Eles disseram ainda aos agentes que não sabiam que a residência pertencia a Romário.

Segundo a PM de Brasília, um amigo do caseiro do senador teria percebido que os sete pularam o muro dos fundos da casa e teria ligado para o colega, que foi verificar o que estava acontecendo. O caseiro chamou a polícia e seguiu os invasores enquanto os agentes não chegavam.

Senador Romário (Crédito: Divulgação)
Senador Romário (Crédito: Divulgação)

Quando os policiais chegaram ao local, os suspeitos já estavam em uma parada de ônibus, com os pertences do Baixinho. A PM chegou a usar cães para fazer varredura atrás de possíveis armas. Nenhum deles estava armado no momento do flagrante. O grupo foi levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente e, até o fechamento desta edição, os sete continuavam detidos.

Não é a primeira vez que a casa do ex-craque do futebol em Brasília é invadida. Em fevereiro, um adolescente foi apreendido dentro da residência. Em outubro do ano passado, dois jovens acabaram detidos após invadirem o local para nadar na piscina.

Fonte: iG