Comerciante acusada de mandar matar o marido em Picos é presa no Ceará

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas do homicídio e após quase dois meses de investigação chegou à mentora do crime

Acusada pela polícia de encomendar a morte do marido, a pequena comerciante Antônia Consuelo Rodrigues Ramos, 35 anos, foi presa na última sexta-feira, 19 de dezembro, na cidade de Pedra Branca, no estado do Ceará. Ela se encontra detida temporariamente na Penitenciária Feminina de Picos à disposição da justiça.
 
Proprietária de um trailer na Praça Walquíria Neiva, no bairro Junco, Zona Leste de Picos, Consuelo era casada com Francisco Osvaldo Ramos da Silva, o Chico Ramos, de 43 anos. Ele foi assassinado a tiros na noite de 31 de outubro deste ano após descer do carro na porta de casa, situada na avenida Manoel de Sousa Santos Neto, bairro Parque de Exposição.
 
A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas do homicídio e após quase dois meses de investigação chegou à mentora do crime, que seria a esposa da vítima, Consuelo Rodrigues.


O Delegado do 3º Distrito Policial de Picos e presidente do inquérito, Antônio Madson Oliveira, disse que a Polícia chegou até Consuelo após a prisão de um suposto amante da mesma, identificado como Paulo Roberto, que era foragido da justiça do estado do Pernambuco.
 
Em depoimento à polícia, Paulo Roberto teria revelado que Consuelo foi quem encomendou a morte do marido. A motivação para o crime seria desentendimento na partilha dos bens do casal, que estava em processo de separação litigiosa. A acusada temia ficar sem nada e por isso resolveu contratar dois pistoleiros para matar o companheiro.

Consuelo permanece presa na Penitenciária Feminina de Picos, porém, não há informações sobre o teor do depoimento que ela prestou a Polícia logo após a sua localização no estado do Ceará.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Jornal de Picos