Dado Dolabella é detido após ser pego em blitz com maconha dentro de seu carro no Rio de Janeiro

Dado Dolabella é detido após ser pego em blitz com maconha dentro de seu carro no Rio de Janeiro

O carro do ator foi abordado por ter sido considerado suspeito

O ator Dado Dolabella prestou depoimento na 14ª Delegacia do Leblon, na Zona Sul do Rio, no início da noite desta quinta-feira, 30. Dado foi detido nesta mesma tarde com uma quantidade de substância que seria maconha e que enchia dois terços de uma embalagem de Cebion (vitamina C).

Dado Dolabella foi abordado em uma blitz da PM na Lagoa, Zona Sul do Rio. O carro do ator foi abordado por ter sido considerado suspeito: tem vidros escuros e tinha três homens dentro. O ator estava com os documentos em ordem e, quando o policial avisou que ele deveria ir para a delegacia, ele pediu para que um de seus amigos fosse no lugar dele.



"Minha imagem já está muito desgastada", disse o ator segundo a tenente Julia Liers, que o prendeu.

A tenente que prendeu Dado Dolabella, Julia Liers, publicou em seu Twitter detalhes da apreensão do ator: "Parei o carro do Dado Dolabella e encontramos erva, que lembra maconha, no local que põe a mangueira de gasolina. A ocorrência tá rolando. A substância foi levada para o ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) para perícia. Estamos aguardando", escreveu a tenente.

Depois de prestar depoimento, que foi acompanhado por seu advogado, Michel Assef Filho, Dado Dolabella foi liberado por volta das 20h para ir embora.

O material encontrado no carro de Dado foi enviado para ser periciado no Instituto de Criminalística Carlos Éboli, para confirmar se é ou não maconha.

Mãe não sabe de nada

Procurada pelo EGO, a mãe do ator, a atriz Pepita Rodrigues, disse não saber de nada e que tenta se comunicar com Dado. "Estou em São Paulo e acabei de sair de uma gravação. As pessoas estão me ligando para saber sobre isso. Não sei de nada. Ainda não consegui falar com ele. Mas estou tentando entrar em contato com meu filho", disse ela.

Já o irmão de Dado, Gilberto Di Pierro, contou que, assim que soube do acontecido, foi direto para a delegacia encontrar com o Dado e apoiar o irmão.

Há cerca de duas semanas, o ator foi parado numa blitz da Lei Seca, no Rio. O ator estaria com problemas na documentação do carro e se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Condenado a dois anos por agressão

Em agosto, Dado Dolabella foi condenado a dois anos e nove meses de prisão em regime aberto por agredir a camareira Esmeralda de Souza, de 64 anos, em 2008.

Durante a briga com a então namorada Luana Piovani, o ator teria agredido à ex-noiva, e também a camareira dela, Esmeralda, que ficou com os dois braços machucados, e que também registrou queixa contra Dado por agressão.



Fonte: Ego, www.ego.com.br