Dentista que prestava serviços voluntários é assassinada em favela

As ações aconteciam anualmente e Priscilla era conhecida na região

Priscila Nicolau Soares dos Reis, foi mais uma vítima da violência no Rio de Janeiro, em suas redes sociais. A mulher, de 37 anos trabalhava em um consultório em Copacabana. Mas Priscila também prestava serviços odontológicos gratuitos em comunidades carentes do Rio de Janeiro.

As ações aconteciam anualmente. A última foi em abril deste ano, em Manguinhos. Além dos atendimentos odontológicos, Priscila e o grupo de voluntários confeccionavam próteses dentárias e davam palestras educativas sobre a prevenção de doenças.

Dentista que prestava serviços voluntários é assassinada em favela
Dentista que prestava serviços voluntários é assassinada em favela


O marido de Priscilla esteve na Delegacia de Homicídios da Capital no início da noite desta segunda-feira, mas não quis falar com a imprensa.

Dentista que prestava serviços voluntários é assassinada em favela
Dentista que prestava serviços voluntários é assassinada em favela


A dentista foi morta na tarde desta segunda-feira(31). Segundo a PM, policiais do 31º BPM (Recreio) faziam patrulhamento na parte alta do Morro do Banco, quando foram recebidos a tiros por bandidos, que tentavam invadir a comunidade. Ainda de acordo com a polícia, os criminosos fugiram pela mata e, chegando na estrada, tentaram roubar o carro de Priscila. Ela teria se assustado e acelerado, quando teve o veículo fuzilado pelos fugitivos. O carro foi atingido por 17 tiros e pelo menos dois - um na cabeça e um no braço - acertaram Priscila. A vítima morreu no local.

Fonte: Com informações do Extra