Detento é encontrado morto após sofrer descarga elétrica

O detento sofria de problemas mentais. A polícia está investigando.

N quarta-feira, dia 28 de setembro, um detento identificado apenas por Carlos Magno Firmino dos Anjos, de 33 anos de idade, foi encontrado morto na penitenciária Major César, situada em Altos. Natural do Rio Grande do Norte, a vítima sofria de problemas mentais e estava preso sob acusação de assalto à mão armada. 

De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda, o corpo foi encontrado dentro de um balde com água. 

“O corpo foi encontrado por volta das 9h de ontem, dia 28, em um alojamento individual. Ele [o detento] foi encontrado morto dentro de um balde com água e com a mão [literalmente] grudada em uma fiação. A pericia foi chamada e esteve no local. Tudo indica que ele ficou no balde, estendeu a mão e puxou na fiação. Ao puxar, tomou uma descarga elétrica e morreu devido o tempo que ficou pregado à fiação”, disse.

Segundo Kleiton Holanda, Carlos Magno, que respondia por assalto, iria ganhar soltura e a família já estava vindo para buscá-lo. “A família já estava vindo no sentido de levá-lo para o Rio Grande do Norte, mas infelizmente ele morreu. Nós acreditamos que as investigações, que vão de encontro com a colaboração da pericia, devem apontar se houve assassinato ou suicídio”, esclareceu.

O presidente do Sinpoljuspi disse ainda que a atual estrutura da penitenciária é extremamente precária.  “Ele respondia por assalto a mão armada, e sofria de problemas mentais. Na major César não há estrutura para isso, para pessoas com problemas m assim. A polícia está investigando. Nós sabemos que há problemas seriíssimos na estrutura do local”, finalizou.

Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) realizou a remoção do corpo. A Delegacia de Homicídios vai investiga o caso. 

Fonte: Portal Meio Norte