DHPP investiga três assassinatos registrados em menos de 24h

Um dos crimes ocorreu na noite de ontem no bairro Dirceu.

Três assassinatos foram registrados em Teresina me menos de 24h. A Delegacia Estadual de Homicídio e de Proteção à Pessoa (DHPP), já iniciou investigação acerca dos crimes. Antônio Gomes Carvalho, o ‘Antônio Cabeça’, de 30 anos, foi assassinado no bairro Dirceu Arcoverde, zona Sudeste da Capital, na noite de quarta-feira (10).

De acordo com informações do coordenador da DHPP, delegado Francisco Costa, o Baretta, Antônio foi levado há aproximadamente uma semana por dois criminosos até a BR-343, onde teria sido questionado sobre uma suposta participação do roubo de um veículo. Ele, no entanto, negou, foi liberado e voltou a ter uma vida normal.


Ontem, testemunhas contaram para polícia que o veículo foi visto várias vezes circulando na região do Dirceu, mais precisamente nas imediações do estádio Almeidão, onde estava a vítima. Ao sair do estádio, ele surpreendido pelos criminosos, tendo sido morto com sete tiros na cabeça e no tórax. Uma das principais hipóteses investigadas pela polícia é de acerto de contas.


“Segundo consta no relatório preliminar testemunhal, dizem que há uma semana ele foi arrebatado ali da região por dois indivíduos em uma caminhonete Hilux, onde levaram ele para um, posto de combustível e lá o indagaram sobre a autoria do roubo de um carro que estavam atribuindo a ele. Ele negou, liberaram ele, mas disseram que se fosse confirmado, iram voltar e matar ele”, afirmou Baretta. 

Corpo de Antônio Carlos, mais conhecido como ‘Antônio Cabeça’
Corpo de Antônio Carlos, mais conhecido como ‘Antônio Cabeça’ (Crédito: Rede Meio Norte)

Segundo o delegado, ele tinha passagem por roubo, assalto e até assassinato. “Era um rapaz que era useiro e vezeiro na prática de crimes, inclusive estava sendo investigado aqui por um crime de homicídio que aconteceu há três meses, foi imputado a ele ali na região da Curva São Paulo; roubo de veículo. Contudo, ele é hoje é vítima de um crime de homicídio. Nós temos que investigar”, explicou Baretta. 

No Povoado Boa Hora, o corpo de um homem foi encontrado em um matagal por um vaqueiro. “Houve uma dificuldade grande de a gente achar o local porque aqui é um local de comunicação difícil, falta celular, de difícil acesso, então nós podemos encontrar o corpo. Era um indivíduo do sexo masculino, não portava documento, não portava pertences pessoais significativos”, disse um dos investigadores. 

Corpo achado no Povoado Boa Hora (Crédito: Rede Meio Norte)
Corpo achado no Povoado Boa Hora (Crédito: Rede Meio Norte)

A vítima, ainda não identificada, foi morta com dois tiros, sendo um na mão e outro na cabeça. “Esse caso está sendo investigado, requisitamos todos os exames preliminares, inclusive a identificação papiloscopia,  para realmente a gente saber quem é ele, porque numa investigação criminal de homicídio é essencial que se conheça a vítima, porque a vítima vai dizer quem é o autor”, declarou o delegado. 

No bairro Mafrense, zona Norte de Teresina, um jovem identificado Wanderlan de Morais Ferreira, de apenas 18 anos, foi assasinado com dois tiros na cabeça na porta da própria residência. A vítima trabalhava como carroceiro. 

“Wanderlan se encontrava na cadeira ali, próximo da irmã dele, e os primeiros informes dão conta de que um indivíduo veio aqui por trás e efetuou dois disparos de arma de fogo, onde acertou a cabeça do mesmo. Mesmo a moto-ambulância do Samu tendo chegado ao local, tentado reanimá-lo, infelizmente não foi possível”, informou um policial presente na ocorrência. 

Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com