PI: Janeiro e fevereiro foram os mais violentos da história

PI: Janeiro e fevereiro foram os mais violentos da história

A pesquisa aponta também que houve aumento de mulheres no mundo das drogas

Os dois primeiros meses de 2014 foram os mais violentos da história do Piauí.É o que aponta uma pesquisa realizada pelo Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Piauí (Sinpolpi).

Ao todo, foram registradas 101 mortes. Deste total, 10 mulheres foram assassinadas. A pesquisa aponta também que houve aumento de mulheres no mundo das drogas e que o tráfico tem sido o maior combustível para o crescimento da violência.

Segundo o diretor jurídico da entidade, Constantino Júnior, o objetivo da pesquisa é informar para a sociedade que a violência vem crescendo. ?Nos dois meses houve um aumento significativo desses crimes, isso é muito grave porque há uma ausência, principalmente, do policiamento ostensivo nos bairros periféricos que são os locais onde mais acontecem esses crimes. Essas pessoas são de baixa renda, jovens e a grande maioria envolvida no mundo do crime. Esses dados precisamos informar, esse é o objetivo desta pesquisa.?

Outro dado preocupante é o grande número de moradores de rua assassinados no período, das 4 mortes, três aconteceram em janeiro.

Das 101 mortes, 27 se ocorreram entre detentos, ex-detentos, ex-internos, traficantes e assaltantes. Segundo a pesquisa, metade desses crimes aconteceu por arma de fogo, a outra metade por arma branca e outros instrumentos como pedras, cordas e pedaços de madeira.

Algumas zonas da capital registram o maior número de homicídios. Durante este final de semana, duas mortes aconteceram na Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina: um homem identificado por Paulista, 45, executado com três tiros na cabeça, e um policial que morreu envenenado.

?Pela nossa pesquisa, a região sul se caracteriza como a zona mais violenta de Teresina.?, conclui Constantino Júnior.

Fonte: Denison Duarte