Doleiro Youssef pode ter sido estimulado a citar Dilma e Lula em seu depoimento; PF investiga

Há suspeita de que Alberto Youssef foi estimulado a fazer declarações envolvendo Dilma e Lula

A Polícia Federal abriu inquérito para investigar o vazamento de partes do depoimento do doleiro Alberto Youssef - especificamente o trecho em que ele cita a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula. A suspeita é de que Youssef foi estimulado a fazer declarações envolvendo os dois petistas, segundo reportagem de O Globo, em tentativa de influenciar as eleições.

Trechos do depoimento foram divulgados na quinta-feira pela revista "Veja", dois dias depois de um depoimento do doleiro. Youssef tem prestado depoimentos rotineiramente desde o início da delação premiada. Um dia depois deste, um dos advogados pediu para fazer uma retificação no depoimento de antes. Dessa vez, ele perguntou quem mais, além dos já citados, sabia do esquema na Petrobras.

Youssef então respondeu que acreditava, pela dimensão do caso, que não teria como Lula e Dilma não saberem de tudo. Essa foi a retificação feita ao depoimento original. Trechos deste depoimento foram publicados pela "Veja", dizendo que o doleiro ligava Lula e Dilma ao esquema de fraude na Petrobras.
 

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

Fonte: correio24horas