Ex-policial que assassinou esposa é condenado a 32 anos de prisão

O crime ocorreu no município de Capitão de Campos em 2014.

Hugo Viana Lino foi condenado, em juri popular, a 32 anos de prisão pelo assassinato da própria esposa, Neylivia Oliveira da Costa, morta no ano de  2014 no município de Capitão de Campos. O ex-policial foi condenado por homicídio consumado e tentativa de homicídio. 

De acordo com a Polícia Militar de Piripiri, Neylivia Oliveira da Costa Viana foi morta pelo pelo esposo, o então sargento da Polícia Militar do Piauí, Hugo Viana Lino, que era comandante de GPM em Cocal de Telha-PI. Ela foi morta com pelo menos 11 tiros de pistola, dentro de sua casa, no centro do município de Capitão de Campos (130 km de Teresina), no dia 20 de abril de 2014,

Hugo ainda tentou contra o comandante local da PM,  João Alcântara Seixas, acertando-o na perna com um tiro da mesma arma e por conta disso foi condenado também pelo crime de tentativa de homicídio. 

Após a sentença, que foi dada durante julgamento na quarta-feira, o ex-policial foi encaminhado para prisão da PM, e não para Penitenciária. Essa mudança ocorre após a defesa do ex-policial recorrer na Justiça. 

Por ter cumprido 3 anos de prisão após o crime, Hugo Viana pagará 29 anos de reclusão.




Fonte: Portal Meio Norte