Homem é acusado de estuprar e matar enteado de apenas 4 meses

"Eu estou tranquilo", disse o acusado que nega autoria do crime.

Image title

A polícia conseguiu prender, na segunda (21), um homem  identificado como Felício Rodrigues Cordeiro, de 29 anos, suspeito de estuprar e matar o próprio enteado Davi Lucas Rodrigues, de apenas 4 meses de vida. O caso aconteceu na cidade de São João da Ponte, em Minas Gerais.

A mãe da criança, Michele Ribeiro, de 26, chegou a ser presa por suspeita de participação no crime. No entanto, já foi liberada. O delegado responsável pelo caso, Fernando Elias, explica que mãe e filho eram ameaçados frenquentemente.

"A mãe disse que ele ameaçava ela e a criança, que aquele seria o último dia deles, já que ia matar os dois. Ele a mandou entrar no quarto e sair sem a ordem dele, enquanto isso ela ouvia barulhos vindos da sala, quando saiu viu o companheiro soprando a boca do bebê, acordando-o ao puxar o travesseiro e a manta, como se fosse para torturá-lo. Ela viu que o menino estava mole e resolveu ir ao hospital, o companheiro dela foi junto", relata.

Felício nega autoria do crime, mas assume: "A gente brigava, quase todo dia. Ela me xingava eu xingava ela, mas discussão de marido e mulher, mas de bater nela pra machucar, isso não. Se fosse eu que tivesse feito o que o povo fala eu não tinha vindo, eu estou tranquilo".

Segundo o laudo da Polícia Civil, a criança apresentava sinais de violência sexual, além de inúmeras escoriações pelo corpo. 

Image title





Fonte: Com informações do G1