Jovem é condenado por matar homem que 'olhou' para sua esposa

Crime ocorreu em um dos na cidade de Imperatriz em 2014.

O Tribunal de Justiça do estado do Maranhão condenou a 16 anos de prisão o jovem Alisson Pereira Lima, de 23 anos, apontado como assassinado de Genildo dos Santos Lima, morto a tiros em um posto de combustível na Avenida Pedro Neiva de Santana, em Imperatriz no ano de 2014.  

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) informou que a motivação do crime teria sido a desconfiança de Alisson que afirmou que a vítima estaria olhando para sua esposa. Segundo o MP, o acusado já está preso por outro homicídio que ocorreu também em 2014.

Alisson Pereira Lima (Crédito: Reprodução )
Alisson Pereira Lima (Crédito: Reprodução )

Quatro testemunhas foram ouvidas. Alisson pegou pena de 16 anos, sete meses e 15 dias de prisão em regime fechado no Complexo Penitenciário São Luís em Pedrinhas.

 Conforme o promotor de justiça, Carlos Róstão, do MP-MA, duas testemunhas oculares apontaram Genildo dos Santos como autor do crime. “Apesar de afirmar que não foi ele, para nós do Ministério Público está clara a sua participação, existem pelo menos duas testemunhas oculares que afirmaram categoricamente que foi ele quem efetuou o disparo que ceifou a vida da vítima”, disse o promotor. 


Fonte: Com informações do G1-Maranhão
logomarca do portal meionorte..com