Jovem pega 25 anos por asfixiar namorada em ato sexual

Mãe do rapaz, Melissa Martínez, será julgada por incentivar filho

Um jovem de 20 anos foi condenado a 25 anos de prisão, depois que um júri o considerou responsável pela morte de sua namorada, por asfixia, durante uma noite de sexo após o baile de formatura da escola. O caso aconteceu nos Estados Unidos.

Eddie Herrera, de 20 anos foi acusado de ter causado lesões corporais severas em sua namorada Jaqueline Gómez, 17, após asfixiá-la enquanto faziam sexo. A jovem foi encontrada sem vida por agentes da polícia no dia 17 de maio de 2014, em um quarto de hotel.

Imagens das câmeras de segurança do estabelecimento apresentadas pelo promotor do caso mostram o casal no hotel acompanhado pela mãe de Herrera, Melissa Martínez.

No julgamento, que teve início no dia 2 de maio na vara criminal do condado de Harris, foram apresentados os detalhes da investigação, segundo os quais os jovens, que estavam sob a influência de álcool e hidrocodona, mantiveram relações sexuais extremas, que incluíram o enforcamento.

Herrera disse aos investigadores que tinha enforcado Jaqueline durante a prática de sexo extremo, com o consentimento dela, e sem a intenção de lhe causar dano. O jovem acrescentou que a jovem ainda estava viva quando adormeceu, mas que na manhã seguinte ela já não apresentava reações.

No entanto, os detalhes da investigação conhecidos durante o julgamento mostraram que a mãe de Herrera esteve no hotel na manhã do dia seguinte e ajudou seu filho a vestir a jovem, que já estava morta na cama, antes de chamar as autoridades.

Veículos de imprensa locais informaram que o agressor não foi acusado de assassinato, mas de felonia de primeiro grau e violência doméstica, por isso os promotores se empenharam para comprovar que as agressões causadas por Herrera foram as causas da morte da adolescente.

A mãe de Herrera também responderá neste caso, já que a polícia disse que foi ela quem forneceu as drogas e o álcool, e também reservou o quarto do hotel, para os dois jovens.

Image title





Fonte: Com informações do G1