Jovem que matou ex-namorado durante o sexo tem pena reduzida

A defesa alegou que ela não tinha controle de suas ações.

A Justiça de Rondônia condenou a 13 anos de prisão uma jovem que matou o ex-namorado durante o sexo. A pena foi reduzida porque a defesa alegou que ela não tinha controle de suas ações. 

Vânia Basílio, de 19 anos, foi condenada a 13 anos de prisão em regime fechado pelo assassinato do ex-namorado Marcos Porto, de 26 anos. O julgamento, no fórum de Vilhena, durou cinco horas. O defensor público alegou que a acusada foi levada a cometer o crime porque não tinha controle das próprias ações. Ele vai recorrer da decisão.

Vânia e Marcos namoraram durante nove meses. O casal já estava separado há dois meses, mas Vânia planejou matar o ex-namorado. Segundo ela, tudo aconteceu por ciúmes. O assassinato aconteceu na casa do homem.

No dia do crime, a mulher ligou para o ex-namorado dizendo que iria morar em outro estado e que queria se despedir. Sem desconfiar da intenção, ele aceitou rever a jovem. Antes de seguir para a casa de Marcos, Vânia colocou uma faca de cozinha dentro de uma bolsa. 

Assim que ela chegou na casa dele, foi direto para o quarto. Em depoimento, ela disse que viu uma lingerie no quarto e isso a enfureceu. Sem deixar transparecer, ela vendou Marcos e o atacou durante a relação sexua.

Jovem matou ex-namorado durante o sexo (Crédito: Reprodução)
Jovem matou ex-namorado durante o sexo (Crédito: Reprodução)

Fonte: Com informações do R7