Jovens depredam Igreja; fiéis garantem que vão realizar protesto

À frente da paróquia há dez anos, Eduardo Braga afirma nunca ter tido problemas deste tipo em sua vida religiosa

Apesar de não estarem mais visíveis as inscrições satânicas pichadas na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Rio Bonito, as marcas ainda existem. Estão nos corações dos fiéis, que farão um ato de desagravo público na próxima segunda-feira, e em imagens de câmeras de segurança, que estão em poder da 119ª DP, onde foi instaurado um inquérito.

— O ato de desagravo será feito durante a missa que marca o encerramento do Cerco de Jericó. Expressaremos o que sentimos sobre isso tudo — disse o pároco Eduardo Braga.


O padre acredita que as manifestações envolvendo pichações de símbolos satânicos e de uma suástica — além do abandono de uma cabeça de bode na porta da igreja —, durante o fim de semana, sejam obra de adolescentes vândalos.

À frente da paróquia há dez anos, Eduardo Braga afirma nunca ter tido problemas deste tipo em sua vida religiosa. Assim como o padre, a Polícia Civil aposta na hipótese de ações de jovens.

— Por enquanto, não trabalhamos com a hipótese de um grupo satanista, mas sim de jovens que quiseram provocar a igreja — explica o delegado Carlos Eduardo Almeida, titular da 119ª DP: — Mesmo a cabeça de bode, que pode parecer complexo de se conseguir, aqui em Rio Bonito é relativamente fácil.

A delegacia também recebeu imagens de câmeras de segurança encaminhadas pela igreja, tanto de equipamentos do próprio templo quanto de imóveis vizinhos. As cenas, no entanto, ainda não foram analisadas.

De acordo com o padre, as obras de retoque na pintura já estavam marcadas para o aniversário da igreja, na próxima semana.

Fonte: Extra