Mãe é investigada por oferecer filha de 13 anos para programas

Segundo a polícia, a mãe levaria a filha até uma barbearia

A mãe de uma garota de 13 anos está sendo investigada pela polícia por oferecer a filha para fazer programas, na cidade de Baependi, no sul de Minas. A jovem teria sido levada pela própria mãe três vezes até uma barbearia, onde o dono do estabelecimento estaria mantendo relações sexuais com e menor.

O caso chegou até a polícia por meio de uma denúncia anônima recebida pelo Conselho Tutelar da cidade. Segundo a corporação, a testemunha informou que viu, por três dias consecutivos, a garotar indo para a barbearia. No estabelecimento, ela e o suspeito, de 58 anos, iam para o banheiro. E assim que saia da barbearia, a jovem entregava dinheiro para a mãe. 


Image title

A testemunha informou ainda à polícia que, em uma das vezes, a garota estava saindo do banheiro com o dinheiro na mão e arrumando a roupa no corpo. Segundo a delegada Simone Alhadas, da Polícia Civil, a testemunha ouviu a mãe da adolescente e o irmão dela obrigarem a vítima a ir até a estabelecimento para terem vantagem financeira.


Após a denúncia feita, a PM e o Conselho Tutelar foram até o local e o suspeito foi detido. O homem suspeito de ter cometido o abuso, admitiu à polícia que deu dinheiro à menor. Segundo ele, foi por amizade. Já a mãe e a filha foram encontradas em um bar da cidade. Segundo a polícia, a mãe informou aos policiais que a filha entra na barbearia somente em companhia dela. Porém, a garota relatou que vai sozinha ao comércio. A mulher também foi presa. A jovem foi levada para o um abrigo da cidade.

Fonte: Com informações do R7