“Meu trabalho é matar. Tô me graduando”, diz menor que matou vigia em Campo Maior

Na última quinta-feira, ele foi baleado enquanto fazia segurança de uma padaria, na cidade de Campo Maior.

Na manhã de domingo (08) o vigia Antônio José de Sousa, de 62 anos, morreu no Hospital de Urgência de Teresina, depois de não resistir a uma cirurgia realizada por causa do ferimento na cabeça. Na última quinta-feira, ele foi baleado após flagrar dois menores assaltando a padaria onde ele fazia segurança, na cidade de Campo Maior.


Ele foi baleado na quinta-feira pelo menor de iniciai. A. L. S, de 16 anos, que foi preso no carnaval e já estava solto. Durante depoimento para o delegado do caso, Gustavo Jung, o menor afirmou que após sair da cadeia irá continuar matando. “Meu trabalho é matar. Tô me graduando”, disse o menor na frente do delegado.

Fonte: Campomaioremfoco