Mulher de 57 anos morre após ser vítima de estupro no interior

A vítima foi encontrada às margens da rodovia PI-120,

A trabalhadora rural Raimunda de Sousa Leite, 57 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (18) após ser estuprada e ter seu corpo mutilado. O crime aconteceu no último domingo (14).

A vítima foi encontrada às margens da rodovia PI-120, que liga Valença à cidade de Pimenteiras

Segundo informações da delegada Tânia Miranda, titular do Núcleo Investigativo de Feminicídio do Piauí, o suspeito já foi identificado e trata-se do lavrador Cícero da Silva Oliveira, de 39 anos.

A delegada afirmou que Raimunda Sousa foi abusada sexualmente das mais variadas formas e em seguida foi agredida com socos, mordidas e tudo principalmente na região da cabeça. Seu rosto ficou bastante desfigurado.

Para a polícia não resta dúvidas que o crime foi praticado por Cícero da Silva. A vítima, testemunhas foram ouvidas e os laudos estão concluídos.

No local foram apreendidos roupas e o boné usado pelo criminoso, que foi reconhecido por várias testemunhas que o viram no dia do crime.

Antes de ser violentada, Raimunda Sousa estava ingerindo bebida alcoólica e em seguida saiu de motocicleta com o acusado. Cícero voltou cerca de 50 minutos depois todo sujo de terra, alegando que havia caído com a motocicleta e que a mulher teria ficado em outro bar.

Cícero da Silva já tem passagens pela Polícia e responde a dois processos por roubo no município de Picos e Tauá no Ceará. Ele responderá pelos crimes de estupro e pratica de feminicídio.

Fonte: Portal Meio Norte