Policial arranca tatuagem com facão durante sessão de tortura

Corporação diz não ter elementos para iniciar investigação

Um vídeo mostra um policial militar, ainda não identificado, aparentemente pertencente à corporação do Estado do Ceará, utilizando um facão para torturar um rapaz. O PM passa todo o vídeo raspando o lado esquerdo das costas da vítima onde havia uma tatuagem que foi completamente arracada pelo PM.

Image title

O rapaz, que chora enquanto sangra, é ainda agredido com a ponta do facão e com a lateral da lâmina. Outra pessoa, que acompanha a sessão, dá dois violentos chutes na região do tronco da vítima. É possível ver que ela usa coturno semelhantes aos da PM.

Não é possível saber quando e onde a tortura ocorreu. Aparentemente, a tortura ocorre porque o rapaz tem uma tatuagem de palhaço nas costas. No início do vídeo, com a vítima ainda em pé e com a camisa levantada, o policial torturador afirma:

— Chore, não. O palhaço agora está ganhando cor. A gente agora está só dando cor para o seu palhaço.

A tatuagem começa a desaparecer, sob o vermelho do sangue. O torturador também dá pancadas com o facão nas costas da vítima e insiste:

— Chore, não. Tu não é vida louca?

A vítima responde:

— Não.

Mas o policial não aceita:

— É sim.

Em seguida, a vítima é obrigada a se ajoelhar. A tortura prossegue. Logo depois, o rapaz aparece deitado, ainda sendo torturado. O policial que segura a faca não para de raspar as costas do jovem. Não se sabe o que aconteceu com a vítima.

Fonte: Com informações do R7