Lutador esquarteja noiva grávida de 5 meses e joga corpo no lixo

Ele estrangulou, esquartejou e jogou os restos mortais no lixo.

Uma jovem identificada como Paulina Camargo Limón, de 19 anos, morreu após ser estrangulada e esquartejada pelo próprio noivo, o lutador e artes marciais Jose Maria Sosa Alvarez, de 20 anos. Segundo a polícia, ela estava grávida de cinco meses e teria sido morta pelo noivo que não aceitava o fato de 'ser pai'. 

Image title

O acusado, que confessou o crime na delegacia, havia dito que levaria a vítima para o ginecologista. No entanto, tudo não passava de uma 'armadilha'. Ele matou a jovem estrangulada, depois esquartejou o corpo, guardou os restos mortais em dois sacos e , em seguida, jogou em um caminhão de lixo.

Um dia antes do crime, Paulina javia feito uma publicação em uma rede social, onde dizia que estava muito feliz. "Tenho dor nas pernas, câimbras, prisão de ventre, desejos por comida, mas tudo isso faz parte da missão",publicou ela que sonhava em ser mãe.

Familiares informaram que os dois protagonizavam muitas brigas, já que o lutador não cogitava a possibilidade de assumir a parternidade da criança. Segundo a polícia, ele teria usado golpes do esporte da qual pratica ,  matar sua noiva.

Os restos mortais da jovem ainda não foram encontrados pela polícia. O caso aconteceu em Puebla, sul do México.

Image title

Image title

Image title


Fonte: Com informações do R7