Preso um dos acusados de matar policial durante assalto em Timon

O policial que estava reagiu e foi alvejado com tiro na cabeça.

Um jovem identificado como Luis Fernando Gomes da Silva foi preso nesta quarta-feira, dia 10 de agosto, acusado de participação no assassinato de um policial militar reformado do Piauí identificado apenas como Cabo Gilson, morto durante uma tentativa de assalto em um frigorífico no bairro Formosa, na cidade de Timon, no Maranhão. O outro acusado, segundo a polícia, ainda não foi identificado. 

De acordo com informações da polícia, Luis Fernando foi reconhecido por uma pessoa que estava ao lado do policial morto. Ele, no entanto, nega todas as acusações. "Os caras estão jogando 'cruzetagem' para mim. Eu estava em casa e não era para estar aqui, não fiz nada. Eu não ando em açougue, quem comprar carne é minha mãe", afirmou. 

Luis Fernando Gomes da Silva
Luis Fernando Gomes da Silva

O subtenente José Paulo de Alencar, do 11º batalhão da polícia militar de Timon, informou que dois homens chegaram em uma motocicleta para realizar o assalto. O policial que estava no local reagiu e foi alvejado.

“A informação que a gente tem é que dois homens chegaram no estabelecimento comercial e anunciaram o assalto, o policial militar se encontrava no local, reagiu ao assalto e foi alvejado com um disparo de arma de fogo na cabeça. Ele ainda foi socorrido por uma unidade do saúde de Timon, foi levado para o Hospital de Urgência de Teresina, mas não resistiu e veio a óbito”, disse.

Policial foi socorrido, mas não resistiu
Policial foi socorrido, mas não resistiu




Fonte: Portal Meio Norte