Suspeitos de terem estuprado jovem de 20 anos são presos em Parnaíba

A prisão dos acusados se deu após a realização de um cerco policial na casa de cada um dos suspeitos.

Três homens foram presos por volta das 18h deste domingo (21/09) sob a acusação de terem estuprado uma jovem de 20 anos. A violação sexual aconteceu na noite de sábado (20) por volta das 20h30min, no quintal da residência da vítima localizada na Rua Vitória Galvão, no Bairro João XXIII, em Parnaíba. A prisão dos acusados se deu após a realização de um cerco policial na casa de cada um dos suspeitos.

De acordo com informações da Polícia, dois homens identificados por Francisco Bezerra Morais Lima, de 29 anos, conhecido como “Fransquim”, e Manoel Ferreira do Nascimento Filho, de 28 anos, vulgo “Manu”, esperaram o marido da jovem sair para comprar comida para adentrarem na residência, ameaçar a mulher com um facão e uma arma de fogo, e depois conduzi-la para um matagal localizado por trás da residência.No local eles rasgaram a roupa da moça e a estupraram.

“Segundo informações da vítima, os acusados já entraram na casa realizando ameaças. Ao todo, eram três, sendo que um deles ficou segurando uma criança na casa, enquanto os outros dois violaram sexualmente a jovem. A moça disse ainda que a todo momento eles falavam que se ela não colaborasse, a criança também seria violentada. Durante a ação, os indivíduos colocaram um facão no pescoço da vítima e apontaram uma arma de fogo”, explicou a Capitã Iris França, que esteve comandando as guarnições do Ronda Cidadão, Pelotão de Policiamento do Trânsito (PPTran) e Força Tática que participaram das prisões.

Além dos dois acusados de terem estuprado a jovem, a Polícia Militar também prendeu Carlos Antônio de Araújo, de 45 anos, suspeito de ter dado cobertura durante a ação. De acordo com informações, “Fransquim” foi localizado e preso no Conjunto Habitacional Raul Furtado Bacellar, enquanto “Manu” foi detido por trás da FACOE (Faculdade de Odontologia e Enfermagem). O facão utilizado durante a violação foi encontrado na casa de um dos suspeitos e apreendido. A arma de fogo não foi encontrada.

A vítima também foi conduzida para a Central de Flagrantes de Parnaíba, onde reconheceu os dois estupradores. Segundo familiares, a jovem teve que ser internada após a violação sexual, tendo alta hospitalar somente na manhã deste domingo (21) por volta de meio dia. De acordo com a Polícia, “Fransquim” e “Manu” já possuem antecedentes criminais, inclusive estavam em liberdade condicional, que é um sistema em que um condenado, ao invés de cumprir toda a pena encarcerado é posto em liberdade se houver preenchido determinadas condições impostas legalmente.

De acordo com o Código Penal Brasileiro em seu artigo 213 (na redação dada pela Lei nº 12.015, de 2009), estupro é: constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso. O estupro é considerado um dos crimes mais violentos, sendo considerado um crime hediondo. Atualmente a pena no Brasil é de 6 a 10 anos de reclusão para o criminoso, aumentando para 8 a 12 anos se há lesão corporal da vítima.




Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Kairo Amaral/ Portal Costa Norte