Travesti é atacada por assassino de Makelly Castro

Ela teve uma discussão após o cliente se recusar a pagar o valor do programa e foi agredida dentro do carro



A travesti Brenda Vitória foi agredida por volta das 23 horas desta terça-feira (29) na avenida Maranhão, no centro de Teresina.

Segundo informações, ela teve uma discussão após o cliente se recusar a pagar o valor do programa e foi atacada dentro do carro.

No Facebook da secretaria executiva do Gptrans (Grupo Piauiense de Travestis e Transexuais, Maria Laura Reis, Brenda Vitória relatou que tem vídeos e fotos e garante que é o mesmo que atacou a travesti Makelly.Castro, que foi encontrada morta no dia 18 de julho em rua do Distrito Industrial, zona Sul de Teresina.



??Estamos com vídeos e fotos e vamos com tudo??, escreveu ela

Segundo a vítima, o agressor afirmou que faria o mesmo que fez com sua amiga. Em pânico, Brenda conseguiu sair do carro e o agressor acabou fugindo.

Pessoas que estavam no Shopping da Cidade flagraram toda a cena.

O caso causou grande revolta e ganhou grande mobilização nas redes sociais

O coordenador do centro de referência LGBT, Vitor Kozlowski, afirmou ao que é preciso avançar na repressão aos crimes de homofobia e transfobia.

??O atendimento foi bastante complicado, mas conseguimos registar um Boletim de ocorrência no 1º Distrito Policial e os procedimentos serão tomados a partir disso?, afirmou Victor.

??Só espero que não vire banalidade. Pois se não daqui uns dias retornaremos aos tempos que as Trans não podiam nem sair na rua que eram espancadas??, disse Maria Laura Reis em sua página no Facebook.









Fonte: André Moura