Vereador e estudante de direito são presos em operação no Piauí

Sete pessoas foram presas.

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado da Polícia Civil apresentou no início da tarde desta sexta-feira todas as pessoas que foram presas em resultado da Operação Blindados, realizada através de integração das polícias no Estado. Sete pessoas foram presas, dentre elas o Vereador Reginaldo Gomes Tavares, presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Socorro do Piauí.

Segundo informações da polícia, a função do vereador na organização criminosa seria repassar informações privilegiadas para que eles pudessem abordar carros-forte. “Rapaz como eu já falei, eu na tenho cara de ladrão. Eu estou aqui inocente eu não sei do que se trata”, disse o vereador.

Na Operação também foi presa uma jovem que, segundo informações, seria estudante de direito presa em Teresina. “Eu não tenho participação nenhuma nisto, eu estou aqui presa por engano. Sou estudante de direito e vocês estão violando meu direito constitucional, vai ser tudo esclarecido e eu vou ser solta. Vou processa vocês”, disse a jovem que prefere não ser identificada.

Todos os presos estão sendo apresentados na sede da Greco. O alvo da organização eram carros de transportes de valores, eles agiam mais efetivamente no sul do Estado. Segundo o Delegado Carlos César, coordenador da Greco, a prisão deles se deu após o monitoramento das ações dos acusados. “O vereador estava ajudando os acusados para que os crimes acontecessem. A jovem também tinha participação através de um outro peso que é marido dela. O vereador também ameaçava algumas testemunhas de seu envolvimento com os roubos. Esses roubos ocorrem desde 2014, e o vereador está preso por associação criminosa, corrupção de menores, roubo e posse de arma de fogo”, declarou Carlos César.

O Delegado Geral Riedel Batista também deu detalhes de como essas prisões aconteceram. “Na verdade a prisão deles se deu através de um trabalho longo de mais de um ano de investigação policial. Essa é uma das maiores quadrilhas do Nordeste, eles tem armamento pesado e tinham parceiros em outros Estados”, declarou o Delegado.

“O resultado dessa Operação foi satisfatório, com um trabalho bem feito da inteligência da Polícia Civil. O nosso objetivo é fazer com que sempre haja esse trabalho para identificar a origem dos problemas. Pela característica, essa quadrilha tem comunicação com vários Estados até mesmo com a troca de arma, uma arma ponto 50, que sendo apreendida irá desarticular todo um esquema criminoso”, declarou o Secretário de Segurança Fábio Abreu. 


Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Portal Meio Norte