Policiais civis cruzam os braços por três dias

O reajuste salarial é referente ao mês de novembro, mas, segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Piauí ( Sinpolpi), Constantino Júnior, não será pago

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA SEXTA-FEIRA (21) DO JORNWL MEIO NORTE.

Os policiais civis vão paralisar suas atividades por um período de três dias, a partir de 0h de segunda-feira (24). A decisão foi tomada em assembleia geral da categoria, que aconteceu na última quinta-feira (20) e foi motivada pelo cancelamento do reajuste salarial da categoria, já anunciado pelo governo do Estado.

O reajuste salarial é referente ao mês de novembro, mas, segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Piauí ( Sinpolpi), Constantino Júnior, não será pago. “A folha de pagamento já foi fechada e o reajuste não foi incluído. Então, diante disso, nós decidimos parar nossas atividades para protestar contra o descumprimento do acordo”, afirmou.

Além disso, eles reivindicam ainda o pagamento justo da vantagem extra, que é a gratificação pelas horas extras trabalhadas pelos policiais civis, durantes os plantões. “Nós fazemos 16 horas extras de plantão, por mês, mas estamos recebendo o equivalente a apenas 14 horas. Nós queremos que esses valores sejam regularizados”, reclamou.

Repórter: Pollyana Carvalho

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Pollyana Carvalho