Policial militar faz desabafo sobre suposto racismo e post viraliza

Igor Martins relata que passageira o olhou e guardou suas coisas

O policial militar usou as redes sociais para desabafar após ser alvo de preconceito racial dentro de um trem. Segundo, Igor Martins, uma mulher escondeu a bolsa e até trocou de vagão após ele se sentar ao seu lado.

"Me olhou, assim que sentei ao seu lado, de cima a baixo. Sua bolsa estava de lado, ela pegou, botou para frente, assim que eu sentei, guardou o celular dentro com uma pressa e um medo, me olhou novamente e se afastou do banco. Agora, foi para outro vagão feminino."

Policial militar faz desabafo sobre suposto racismo e post viraliza (Crédito: Reprodução)
Policial militar faz desabafo sobre suposto racismo e post viraliza (Crédito: Reprodução)


O policial disse que se sentiu ofendido com o comportamento dela. "Mal sabe ela que eu sou policial, que seria o primeiro a ajudá-la em qualquer situação. Deu vontade de falar que não precisava ter medo, pois não lhe faria mal algum, mas preferi me calar".

O relato, incrédulo, ganhou, em menos de um dia, mais de 60 mil curtidas, quase 14 mil compartilhamentos e uma enxurrada de comentários de apoio: “Camarada, o principal você já fez, não se igualou a ela. Mal sabia que estava ao lado de um dos caras mais idôneos que conheço, um policial dedicado e bom.”, escreveu um amigo.

Além do ofício na polícia, o PM também se dedica a trabalhos sociais. Neste mês, Igor fez parte de um projeto da UPP São Carlos, na região central, que levou dezenas de crianças ao Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, zona oeste, para assistir a um jogo de basquete.

Fonte: Com informações do R7