Policial militar salva bebê de quatro meses durante parada cardíaca

Mãe acionou o 190 e policiais fizeram o procedimento para a reanimação.


Policial militar salva bebê de quatro meses durante parada cardíaca

A agilidade de dois policiais militares salvou a vida de um bebê de quatro meses que sofreu uma parada cardíaca na tarde da última segunda-feira (22), em Atibaia, no interior de São Paulo. Os policiais foram acionados pela mãe do bebê e em menos de cinco minutos chegaram na casa da família e fizeram o procedimento para a reanimação.

A filha de Érika Arcanjo sofreu uma parada cardíaca e perdeu os sentidos. "Eu e meu marido estávamos brincando com ela e eu saí para abrir a porta. Quando eu voltei, ela já estava desfalecida nos braços dele, não tinha sentidos. Assim, mole, a cabecinha jogada e eu me desesperei", explica a mãe.

Mesmo desesperada, a mãe de Maria Vitória acionou o 190. Em cinco minutos, os policiais chegaram e fizeram os processos de reanimação na criança. "No local, várias pessoas estavam tentando reanimá-la, mas de um jeito errado. As pessoas ficavam assoprando para ela voltar, sendo que o certo era fazer massagem cardíaca. Eu peguei a criança nos braços, pensando que era um engasgamento, mas como não saiu nada da boquinha dela comecei a massagem, onde após alguns segundos ela deu alguns sinais", afirmou o policial José Ricardo, que participou do atendimento.

A menina foi socorrida para a Santa Casa de Atibaia e por ter nascido prematura, com seis meses de gestação, os cuidados foram redobrados. Maria Vitória já recebeu alta médica.

Essa não foi a primeira vez que o policial José Ricardo salvou a vida de alguém. Ele já fez isso três vezes. A última havia sido em fevereiro de 2012, quando ele socorreu uma criança afogada. A ação lhe rendeu a homenagem de policial do ano na cidade. "Não tem como explicar como é salvar uma vida, principalmente a de uma criança. É uma ocorrência que fica para sempre para a gente", disse o policial.

Fonte: G1