Pós-graduação para agentes penitenciários terá 50 vagas gratuitas

A pós-graduação, destinada ao preenchimento de 50 vagas para o PI

A Secretaria de Justiça do Estado (Sejus) e a Universidade Estadual do Piauí (Uespi) assinaram, termo de cooperação técnica que cria o curso de especialização em Gestão Prisional no Piauí, em nível de pós-graduação latu sensu.

A pós-graduação, destinada ao preenchimento de 50 vagas para o Piauí (42) e demais estados do Nordeste (8), é a primeira do Brasil exclusiva para agentes penitenciários e a segunda na área penitenciária.

A especialização será gratuita, com investimento feito pela Secretaria de Justiça. De acordo com o diretor da Escola de Formação Penitenciária do Estado, Jacinto Teles, o curso é uma antiga reivindicação da categoria, agora atendida pelo Governo do Estado.

Já o reitor da Uespi, Nouga Cardoso, destaca a importância da integração entre Sejus e a Universidade e entre as demais secretarias, para avançar no desenvolvimento do Estado, através da política de gestão cooperativa promovida pelo governador Wellington Dias.

O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, observa, por sua vez, que o Governo do Estado adotou, como uma das principais diretrizes, a capacitação dos servidores, de modo a “garantir a boa prestação do serviço público e melhorar a vida dos cidadãos”.

Segundo a diretoria da Escola Penitenciária, de 2015 para cá, mais de 300 servidores do sistema prisional do Piauí foram capacitados em cursos de aperfeiçoamento em serviços penais, seguindo padrões nacionais e internacionais na área de formação penitenciária e segurança pública.

Fonte: Com informações do Portal do Governo