Prefeitura prevê mais de R$ 7 bi em investimentos para saneamento

O PMSB estabelece metas de curto, médio e longo prazo.

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan), realizou, nesta terça-feira (22), audiência pública para discutir a versão preliminar do Plano Municipal de Saneamento Básico. O PMSB, que prevê mais de R$ 7 bilhões em investimentos na área de saneamento básico, segue agora para os ajustes finais e para votação na Câmara Municipal de Teresina.

Os investimentos previstos no Plano serão destinados para as áreas de abastecimento de água, esgotamento sanitário, resíduo sólido e drenagem. A previsão é que essas ações sejam realizadas em 20 anos. Dos quatro eixos, o de drenagem é o que demandará maior investimento nesse período: R$ 3 bilhões.

Na abertura da audiência, o secretário Municipal de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim, ressaltou a importância do PMSB para cidade de Teresina. “Esse plano é extremamente importante para Teresina, uma vez que ele traz o planejamento de ações para as próximas duas décadas. São ações que irão trazer benefícios para população ”, afirmou, lembrando que algumas delas foram executadas, como a primeira etapa do Programa Lagoas do Norte, que inclui intervenções de drenagem e esgotamento sanitário.

Durante a audiência, representantes das mais diversas áreas da cidade apresentaram propostas, que serão incluídas no plano final. Para representante do Bairro Cristo Rei, Adriana Cristina das Chagas, a população deve continuar participando, fiscalizando e cobrando que as ações previstas no plano sejam concretizadas. “A discussão de hoje, assim como as demais, foi proveitosa. A participação da população é importante nesse debate”, comentou.

O PMSB estabelece metas de curto, médio e longo prazo. Anualmente, o comitê gestor se reunirá para avaliar as ações. E, a cada quatro anos, o Plano passará por revisões.

“O PMSB visa à universalização do atendimento e à eficácia das metas e ações de abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem e resíduo sólido. Essas ações são importantes para população e para nossa cidade”, afirma o diretor presidente do Serviço Municipal de Águas e Esgotos (SEMAE), Erick Amorim.

Fonte: Com informações da Prefeitura de Teresina