Prefeitura reúne-se com Eletrobras para resolver problemas de fornecimento de energia

A Prefeitura de São João do Piauí teve a energia do seu principal prédio cortada na manhã desta terça-feira(10).

A Prefeitura de São João do Piauí teve a energia do seu principal prédio cortada na manhã desta terça-feira(10). No mesmo dia, o prefeito Gil Carlos esteve na Eletrobras, em Teresina, onde se reuniu com a diretoria e assessoria jurídica da empresa para tratar das demais dívidas do município com o referido órgão. Ainda assim, o débito herdado das gestões passadas relativos a diversos pontos de energia de responsabilidade da prefeitura ultrapassam o valor de R$ 5 milhões de reais, montante que inviabilizou a finalização da negociação.

?Nós fizemos o possível, mas é inviável para a nossa gestão, mesmo parcelando, pois o valor da parcela ficaria acima da nossa capacidade financeira, em torno de 2,5% de nossa receita?, explicou Gil Carlos. ?O impacto seria enorme em nossas contas e não conseguiríamos honrar este parcelamento, mas estamos procurando a solução, já que não podemos ser punidos por um débito deixado nos últimos cinco anos?, completou.

O corte foi realizado no prédio sede, mas o levantamento feito pela Eletrobrás inclui prédios escolares da zona urbana e rural, secretarias, unidades de saúde, bombas de poços, entre outros, relativos ao período de cinco anos pra cá, que totalizam R$ 5.131.000,00 (cinco milhões e cento e trinta e um mil reais).

Medida

A Prefeitura informou que já está averiguando o não recebimento das faturas do prédio principal e também no prédio da Secretaria de Educação relativas ao ano de 2013. Informou ainda que a gestão tem realizado levantamento dos pontos de energia de responsabilidade da administração municipal com o objetivo de organizar e regularizar estes pagamentos, e solicitou à empresa o demonstrativo detalhado do débito para ser avaliado em posterior negociação

Fonte: Assessoria