Prêmio Piauí de Inclusão Social 2013: União de artistas faz a força no Piauí

Prêmio Piauí de Inclusão Social 2013: União de artistas faz a força no Piauí

São apenas cinco anos de trabalho, mas as experiências pessoais de uma vida inteira rompem os limites temporais

Fundada em 2008, a União dos Artistas Plásticos do Piauí (UAPPI) é uma entidade que surgiu com a necessidade unir forças para preencher uma importante lacuna - a devida valorização do trabalho dos artistas locais. Com 30 membros atualmente, a UAPPI é presidida pelo artista Estênio Barbosa, que faz de sua experiência, de 20 anos com a arte, um combustível para fortalecer o grupo.

Como parte das atividades desenvolvidas pela União de Artistas, as exposições e mostras são as ações que pretendem deixar a população em geral mais próxima da arte. ?Durante o ano nós organizamos mostras em espaços públicos do centro para familiarizar a população com da arte. É muito gratificante ver as pessoas parando alguns minutos e apreciando o nosso trabalho?, relata Estênio Barbosa, que é ligado à arte ceramista.

Os perfis dos membros da UAPPI e a maneira que eles encontram para contribuir com fortalecimento da arte são diferentes. Ellen Mourão se formou e hoje é professora de artes. Pós- graduada em História da Arte ela considera que o fortalecimento da profissão também necessita de pesquisa e registro das obras, um trabalho quase inexistente no Piauí.

?O acervo de publicações sobre a arte e o artista piauienses é ínfimo e para a consolidação da área é necessário esse contato com a história. Precisamos catalogar e escrever sobre a história e importância desses artistas. Cada um de nossos membros recebeu esta nobre tarefa de pesquisar e fazer registros sobre artistas locais?, disse Ellen Mourão, professora no Instituto Federal Piauiense (IFPI).

Educação artística como pilar para valorização da arte

Como em outras categorias profissionais, a arte passa por desafios que vão desde a falta de patrocínio, organização e apoio, sobretudo às artes visuais. No entanto, estas são dificuldades que podem ser diluídas gradualmente.

A professora Ellen Mourão, destaca que parte das dificuldades pode começar a ser vencida na escola, com um educação voltada para a valorização da arte.

?É preciso investir em uma educação artística de qualidade e ela deve ser oferecida já na infância, quando nós começamos a preparar o nosso público apreciador?, defende a professora de artes.

Os nomes da arte unidos por uma meta

Imbuída do sentimento de apoiar outros artistas conterrâneos, a renomada artista Dora Parentes também se uniu ao grupo, como forma de incentivo e faz questão de se colocar ao lado de cada artista. O presidente da UAPPI, Estênio Barbosa, valoriza este apoio que tem ajudado a consolidar a categoria.

?Aqui nós temos uma importante troca de forças. A presença de Dora Parentes na União dá ânimo para os outros bons artistas que estão começando e para que eles acreditem que é possível viver da arte nos mais variados estilos?, ressaltou.

Dora Parentes acredita em dias melhores para os artistas plásticos locais. ?Todo começo é difícil, até você ser acreditado, mas queremos mostrar que é possível?, conta ela, que atualmente se divide entre o Rio de Janeiro e Piauí.

Reisinha Barbosa, artista especializada em pinturas e modelagem de cerâmica, também é um considerável nome das artes locais e teve o talento despertado ainda na adolescência.

Ela é, também, um símbolo do esforço e do reconhecimento de um bom trabalho. Já expôs e vendeu para públicos de Fortaleza, Brasilia, São Paulo e diz orgulhosamente que vive de sua arte.

?Se sustentar da arte no Piauí é difícil, mas é possível. Contudo, é preciso ter muita perseverança e coragem para lutar muito. Atualmente posso dizer que me sinto muito bem recebida com o meu trabalho?.

EVENTO

A 6ª Anual ?Manifestações? ? é a vernissage organizada pela União dos Artistas Plásticos Piauienses, disponível para visitação até o dia 31 de Outubro no Espaço Cultural Agostinho Pinto, Sesc, localizado na Avenida Campos Sales, Centro Norte.

A mostra tem o trabalho de 24 artistas e traz homenagem ao renomado artista piauiense Fred Ramos. O evento é gratuito em todos os dias.

Fonte: Samira Ramalho