Polícia Rodoviária Federal já iniciou Operação Férias no PI

Além de um efetivo maior, a PRF trabalhará com radares, para coibir o excesso de velocidade e consequentemente, os acidentes.

A Polícia Rodoviária Federal já deu início à Operação Férias, com o objetivo de reduzir cada vez mais o número de vítimas fatais, nas estradas federais que cortam o Piauí.

Durante todo o mês de julho, o efetivo policial será reforçado principalmente nos finais de semana e, a partir do dia 17, isso acontecerá todos os dias.

Além de um efetivo maior, a PRF trabalhará com radares, para coibir o excesso de velocidade e consequentemente, os acidentes. ?Esses são radares de alta tecnologia, com um alcance de dois mil metros.

Então aquele motorista que trafega em alta velocidade e reduz em cima do radar, não conseguirá burlar a nossa fiscalização, pois quando ele brecar, muito provavelmente ele já terá sido flagrado por estes aparelhos?, explicou o inspetor Fabrício Loiola, da PRF.

Ele comemora os números registrados nos três últimos grandes eventos realizados no Estado, responsáveis por um fluxo maior de veículos nas estradas, quando não foi registrada nenhuma morte.

Durante os festejos da cidade de Campo Maior, o Festival de Inverno de Pedro II e o Pirifolia foi registrado um trânsito mais tranquilo nas BRs que cortam o Piauí.

?Não tivemos nenhuma morte nos trechos percorridos pelos condutores que iam a estes eventos, apesar do aumento no número de veículos nas estradas, e isso é resultado de muito trabalho da PRF.

Por outro lado, tivemos vítimas fatais em trechos tidos como calmos e por culpa dos próprios condutores, que optaram por fazer ultrapassagens em locais proibidos ou trafegarem em alta velocidade. Nós precisamos da ajuda da população e essa ajuda virá à medida em que eles respeitarem as leis de trânsito?, relatou o inspetor.

Durante essa operação será dada atenção especial à BR-343, que liga Teresina ao litoral piauiense, onde deve ser maior o tráfego de veículos. Para os motoristas pouco acostumados a dirigir em estrada, muita atenção ao contornar às curvas.

A velocidade excessiva nestes trechos pode levar à perda do controle do veículo, provocando acidentes, tanto mais graves quanto maior a velocidade.

Atenção, portanto, à chamada Curva da Raposa, no município de Altos, Volta da Jurema em Piracuruca e curva sobre o rio Piranji em Buriti dos Lopes, todas na BR-343, acesso ao litoral.

Pela BR-316 atenção deve ser dispensada às curvas no município de Monsenhor Gil e em Barro Duro, onde se verificam curvas, aclives e declives acentuados, necessitando cautela e velocidade compatível.

Fonte: Pollyana Carvalho