Procon pede também suspensão para vendas da Claro e Oi no Piauí

Procon pede também suspensão para vendas da Claro e Oi no Piauí

O Procon do Piauí solicitou também a suspensão das vendas de chips das operadoras Oi e Claro que, juntas com a TIM, são as empresas mais reclamadas.

A telefonia celular ajudou de forma significativa a vida do homem moderno, mas também trouxe consigo algumas dores de cabeça quando não funciona da maneira esperada. Por conta disso é que a Anatel vem apertando o cerco em relação às operadoras de celular quanto à qualidade dos serviços prestados aos consumidores. Os registros de reclamações referentes à telefonia celular foram responsáveis por mais de 78 mil atendimentos nos Procons em todo o país. No período entre 1º de janeiro e 30 de junho de 2012, foram registradas 861.218 demandas de consumo no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec).

Em Teresina, a medida da Anatel que proíbe a venda e a habilitação de novos chips e modems suspendeu apenas a comercialização desses produtos para a operadora Tim - a empresa tem a pior média nacional entre as operadoras, em 19 Estados, na sua maioria localizados na região Nordeste. Contudo, de acordo com informações levantadas pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON - PI), o ranking de fornecedores apurados entre os anos de 2010 a 2012 demonstra que a Claro vem apresentando um crescimento vertiginoso no número de reclamações.

"Tratando das empresas de telefonia móvel, a Claro é atualmente a campeã em reclamações dos consumidores piauienses, seguida pela Tim e Oi. Por conta disso é que nós já solicitamos à Anatel que a suspensão da venda de chips e habilitação de novas linhas se estenda também para estas operadoras.

Juntas elas são maioria absoluta entre as empresas mais reclamadas?, esclarece o promotor de Justiça e Coordenador Geral do Procon no Piauí, Cleadro Alves Moura.

A maioria das reclamações se refere à péssima qualidade dos serviços prestados pelas operadoras de telefonia móvel. Todos os tipos de problema são observados pelos clientes insatisfeitos, desde a falta de área de cobertura, a suspensão corriqueira do serviço (serviço indisponível), linha cruzada até mesmo em relação ao serviço banda larga e 3G comercializados em cidades que não dispõe da tecnologia - ou que não alcançam integralmente a velocidade de navegação contratada - são citados.

Decisão chega atrasada

Segundo o Coordenador Geral do Procon, Cleandro Moura, ?embora plausível, a decisão da ANATEL vem com certo atraso, pois há muito o consumidor vem pagando caro por um serviço de péssima qualidade?, enfatiza. O promotor destacou ainda que já estão sendo realizados vários procedimentos investigatórios em face das quatro operadoras que atuam no Estado.

"Essas investigações já se encontram em fase de conclusão e evidenciam a baixa qualidade do serviço, sendo que a suspensão da venda de produtos é muito mais efetiva do que as punições com multa, já que, invariavelmente, as operadoras recorrem na Justiça e com a suspensão sentem no bolso a funcionalidade da medida?, finaliza o coordenador geral do Procon-PI.

As demandas se referem a todos os tipos de atendimentos realizados pelos Procons, como o Atendimento Preliminar e a Simples Consulta, até os processos administrativos instaurados, que na nomenclatura do Sindec são chamados de Reclamação.(M.R.)

Oi afirma estar investindo na área

A direção da operadora OI enviou comunicado à imprensa afirmando que planeja investir cerca de R$ 49 milhões no Piauí. Veja abaixo a íntegra da nota:

"A Oi informa que as vendas de novas linhas de serviço móvel (chip de celular) e de outros planos, como banda larga, TV e fixo, mantêm o mesmo ritmo do registrado ao longo deste mês. A empresa acrescenta que os consumidores estão mais exigentes na busca de mais detalhes sobre cobertura de sinal da telefonia móvel e no detalhamento sobre ofertas e preços de cada plano de serviços.

As lojas da Oi continuarão funcionando normalmente, vendendo novas linhas de celulares, recargas e realizando portabilidade, além das vendas de telefonia fixa, banda larga e TV.

Comprometida com a melhoria constante da qualidade dos serviços e com a expansão das telecomunicações no Brasil, a Oi está ampliando os investimentos em 2012. Serão R$ 40 milhões de investimentos ao longo do ano no Piauí. A Oi tem hoje cerca de 170 mil pessoas trabalhando para garantir a oferta dos serviços com qualidade e a satisfação dos clientes?.

Fonte: Marcilany Rodrigues