Professor baleado na porta de casa está em coma induzido

Professor baleado na porta de casa está em coma induzido

Ele tirava o filho de 9 meses da cadeirinha, no banco de trás, quando foram feitos disparos.

O professor Ítalo Souza Gatto, de 37 anos, permanece internado em estado gravíssimo no CTI do Hospital de Clínicas Mário Lioni, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo a assessoria de imprensa da unidade, ele está em coma induzido e respira com o auxílio de aparelhos. Ítalo levou um tiro na testa neste domingo, quando estava na porta de casa, no bairro Parque Centenário, também em Caxias. Ele tirava o filho de 9 meses da cadeirinha, no banco de trás, quando foram feitos disparos.

A criança e a mulher de Ítalo, Cristiane Barros, de 36 anos, nada sofreram. Parentes do professor estão no hospital. Alunos dele também estiveram na unidade em busca de notícias. Professor de Química, Ítalo dá aulas em várias escolas de Caxias e é muito querido pelos estudantes. O crime chocou a cidade da Baixada Fluminense.

A polícia investiga de onde partiram os tiros que atingiram Ítalo. A mulher dele contou que viu um Logan da PM passar pela Rua Otávio Aspoli e também uma moto. O comando do 15º BPM (Duque de Caxias) negou que os policiais tenham efetuado os disparos. Em nota oficial, a corporação alegou que os tiros partiram dos ocupantes da moto. Os quatro PMs que estavam na patrulha serão ouvidos.

Peregrinação por hospitais

Logo depois de ser baleado, o professor foi levado por um vizinho para o Hospital Municipal Moacyr do Carmo, em Caxias. Ele foi sedado no local, mas como não havia tomógrafo, acabou sendo transferido para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, na mesma cidade. Na unidade, também não havia o equipamento. Ítalo, então, seguiu para o Mário Lioni, que é particular.


Professor baleado na porta de casa está em coma induzido

Professor baleado na porta de casa está em coma induzido

Fonte: Extra